quarta-feira, 11 de junho de 2008

Consulta dos 12 meses

Segunda levei Isa a pediatra e como sempre e Graças a Deus ela está ótima, pensando 8.685 kg medindo 75 cm e PC 48cm, a pediatra estranhou o tanto que a menina esticou, mas sendo nossa filha é de se esperar mesmo, tanto eu como o André somos altos 1,73 e 1,90 respectivamente, e o ganho de peso tb segue a contento já que é da estrutura dela ser magrinha mesmo, pq comer a menina come, ultimamente então come até beterraba cozida em palitinho, coisa que ela detestava. Ela pediu de praxe hemograma, urina e fezes, pq disse que com 1 aninho a criança constuma desenvolver uma anemiazinha e precisamos monitorar pq pode atrapalhar no desenvolvimento da criança, mas ela disse que a Isa tá super coradinha e esperta e que dificilmente dará alguma coisa, mas já agendamos e vamos fazer sábado, estou com o coração na mão de furar minha baixinha. (pra quem já passou 14 dias internada, sendo furada todo dia para pegar veia, e sabemos que as veias dela são difíceis estamos apreensivos) Tb tomou a vacina de 1 ano, que tem reforço daqui a três meses e sábado agora tem campanha da paralizia infantil.
Agora o que está me cortando o coração são os dentinhos dela, a gengica superior tá super, super inchada a pediatra viu no minimo 4 dentinhos apontando, mas a gente ela não deixa nem olhar, ontem eu vi +/- e parece que as presas vão sair primeiro, é estranho mas vamos ver, ela tá um pouco enjoadinha, mas comendo e brincando como sempre, assim que sair coloco aqui.
A babá acha que até o fim do mês ela já vai estar andando, vez que cada dia progride um passinho a mais sem apoio, mas ainda desequilibra bastante para trás e isso tem ocasionado vários tombos, mas ela tem um ótimo reflexo e acaba protegendo a cabeça apoiando as mãos, tb acho que isso se deve ao fato dela não ter usado andador, então ela sabe que andar depende só dela, assim ela se apoia nos móveis, nas paredes, cadeiras e vai aonde quer, sem precisar de ajuda, se ela ve que a distância é grande e o equilibrio que ela tem não vai dar para chegar naquela distância ela vai engatinhando mesmo, mas está super independente e linda.
Ontem eu estava tomando banho e o André entrou com ela no banheiro, ela ria de gargalhar me vendo tomar banho só que quando ele saiu ela começou a chorar e não teve jeito, ela teve que tomar um banho com a mamãe, ficamos um tempão no chuveiro, brincando, ela gargalhando e colocado a lingua para fora para sentir as gotinhas do chuveiro, eu deliro com isso.
Na segunda tb pela primeira vez ela dormiu na nossa cama, no meio dos papais, pq ela teve pesadelo e não conseguia fazer ela dormir novamente, era colocar no berço e acordar, então coloquei na nossa cama e fiquei fazendo masagem no pé dela até ela dormir novamente, ai a preguiça era tanta que eu nem levei ela novamente para o berço, só que ai ela dormiu até as 10:00, será que gostou tanto assim da nossa cama???
Sábado tenho o chá de bebê da madrinha da Isa e ela me pediu para organizar os micos, pq quer algo diferente e não tá afim de ser zuada até, então estou a mil com os preparativos e a noite é aniversário da minha sobrinha...aff já vi que vou correr até.


Como escapar da anemia?
A anemia é uma preocupação constante das mamães em relação aos seus filhos. Essa preocupação toda não é bobagem. Quase 50% das crianças com até 3 anos de idade apresentam essa doença. Por que isso acontece? Saberemos.
Anemia é definida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como a condição na qual o conteúdo de hemoglobina no sangue está abaixo do normal. A hemoglobina é uma proteína muito importante que transporta o oxigênio necessário para o funcionamento de todos os tecidos do corpo.
Existem várias causas da anemia, mas a deficiência de ferro é responsável por 90% das anemias em crianças e adolescentes. O ferro é um nutriente que atua na fabricação das hemoglobinas.
A falta desse nutriente pode ocorrer em várias situações como em grandes perdas de sangue (traumas ou ferimentos) e pela dieta pobre em ferro, causa principal.
A deficiência de ferro durante a gestação da mamãe aumenta o número de nascimentos prematuros e de baixo peso, porém, a quantidade de ferro no bebê ao nascer não é influenciada pela deficiência da mãe, com exceção dos casos de deficiência materna muito grave.
Uma importante observação: a alimentação inadequada faz com que a anemia por deficiência de ferro apareça em crianças que aparentemente gozam de boa saúde, como as mais “gordinhas”, e em todas as classes sociais. Os filhos irão comer os alimentos que os pais lhe apresentam.
Leite materno rico em ferro - Até os seis meses de vida o aleitamento materno exclusivo supre as necessidades de ferro da criança, não necessitando de qualquer forma de complementação e nem de introdução de alimentos sólidos.
No entanto, crianças que tomam leite de vaca têm maiores riscos de ter anemia. O leite de vaca tem pouca quantidade de ferro e este é menos absorvido que o ferro do leite materno. Por esse “simples” detalhe é que nunca devemos substituir o leite da mamãe pelo leite da vaca.
Bebê Prematuro - Atenção deve ser redobrada com os prematuros e os bebês que apresentaram baixo peso ao nascer. Por terem seu crescimento muito rápido, a necessidade de ferro é maior e a possibilidade de complementação desse mineral é grande.
Crianças de 6 a 24 meses, onde o crescimento e o desenvolvimento acelerados determinam uma necessidade de ferro em maior quantidade, tendem a desenvolver anemia. Além do crescimento acelerado, a introdução de alimentos deficiente em ferro pode contribuir para o aparecimento da doença.
Depois dos 2 anos, a taxa de anemia diminui, voltando a subir na adolescência em conseqüência do novo surto de crescimento e da alimentação inadequada.
O sintoma mais comum da anemia é a palidez nas mucosas, principalmente nas pálpebras dos olhos. Outros sintomas são a fadiga, fraqueza, falta de apetite, cansaço fácil ao se exercitar, sensação de tonteira e desmaio, falta de ar e desatenção e apatia na escola.
A anemia também prejudica o desenvolvimento físico motor, psicológico, cognitivo e de linguagem.
Se os pais desconfiarem de que seu filho esteja com anemia, devem levá-lo ao pediatra que pedirá um exame de sangue para diagnosticar a doença. Se a anemia for comprovada, provavelmente receitará ferro por via oral.
Ferro é o que não falta nesses alimentos! - A melhor forma de prevenção da anemia é o cuidado com a alimentação das crianças desde a introdução de alimentos que não seja o leite materno. Os alimentos ricos em ferro são a carne de vaca, frango e peixe, gema do ovo, feijão, soja, lentilha, ervilha, espinafre, brócolis, couve e verduras com folhagem mais escuras. Use e abuse deles!
A absorção de ferro é aumentada quando ingerido com o acido ascórbico ou acido cítrico, encontrados nas frutas cítricas (laranja, acerola, limão). Alguns tipos de chá inibem a absorção de ferro, assim como o leite de vaca em excesso.
Se a deficiência de ferro for descartada, a anemia pode ter outra causa e precisa ser investigada. São causas da anemia a deficiência na produção de glóbulos vermelhos, doenças crônicas, doenças renais, leucemia, perdas de sangue, osteoporose, doenças hereditárias (ex: talassemia e a anemiafalciforme), doenças parasitárias (ex: esquistossomose e malária) e deficiência de vitamina B12

Beijos

5 comentários:

Vivi a mamãe do Francisco disse...

Ela está do mesmo tamanho do Francisco.

Sobre caminhar Francisco se solta, dá uns passinhos mas eu acho ele preguiçoso e um pouco medroso, sinceramente não tô mais afoita para que ele caminhe logo, sei que vai me dar um trabalhão pois ele é muitoooo arteiro, meu garotinho é levado.

Adorei a meteria da anemia, vou salvar aqui ...

Beijosssss

naty e mady disse...

Tenho certeza q nao dará nada nos exames !!Ela esta llinda e super bem!
Sobre andar é isso ai amiga fortalecer os musculos isso q importa ela andar e aprender sozinha, logo logo ela vai ta correndo hehe
Sobre a anemia gostei do artigo, vale a pena evitar!
beijinhos nas2!

Mamãe Veri disse...

Olá!
A Isa está linda. Sobre a anemia, adorei, nem sabia de tudo isso!
Vc tem msn?
se tiver, me add veri181@hotmail.com
Bjos

http://meuprimeirofilho.spaces.live.com disse...

Oi, Pri
obrigada pelo carinho
A Catarina tb está chatinha por causa dos dentinhos
Passa lá no meu blog, tenho uma surpresinha para vcs
Bjos

Darlene e Ana Laura disse...

Oi Isa, demorei mais cheguei.
Pelo jeito logo logo vai sair andando.
Essa fase de dentinho nascendo é fogo!
Tb gostei do artigo falando da anemia, vou salvar.
bjs